top of page

Cock milking


O que é cock milking?

Cock milking (em português: ordenha de pau) é a extração involuntária do esperma de um submisso. Essa prática é considerada como parte do forced orgasm. A palavra “involuntária” ou “forçada” apenas faz parte de uma encenação, tudo que é feito nessa prática é realizado de forma consentida. Métodos, técnicas e posições podem variar de cena para cena de acordo com as preferências das pessoas envolvidas. O mais comum é que o submisso esteja amarrado enquanto a extração do esperma é controlada pela pessoa dominante.

Tipos de cock milking O cock milking pode ser dividido em duas categorias: não-orgásmico e orgásmico. No cock milking não-orgásmico, a extração do esperma é feita sem permitir que o submisso atinja o orgasmo. Isso é geralmente feito através de uma massagem na próstata, mas também pode ser realizado de forma cuidadosa na estimulação do pênis para fazer com que fique “escorrendo” esperma sem que haja a ejaculação.


Esse tipo de cock milking tem fortes conotações de humilhação e frustração sexual, pois o homem é forçado a produzir o sêmen sem os prazeres do orgasmo. A extração não-orgásmica através da estimulação do pênis tem um alto potencial de frustração pois ele estará desesperado para atingir o orgasmo, mas não conseguirá. Já a massagem da próstata tem alto potencial de humilhação pelo fato dele não poder impedir a violação anal que forçará extração de seu esperma.


O cock milking orgásmico, por outro lado, envolve estimular sexualmente um submisso (geralmente preso com cordas ou correntes) até causar ejaculação e orgasmo. Embora que a princípio isso possa parecer prazeroso, a estimulação não necessariamente irá parar após a ejaculação. Nesse estilo de cock milking, é muito comum haver o que é chamado de tortura pós-orgasmo (também conhecido como POT, que é a abreviação de post-orgasm torture). Para a maioria dos homens, o pênis torna-se dolorosamente sen


sível imediatamente após o orgasmo. Mas ao estar preso pelas cordas ou correntes, ele é incapaz de impedir que a pessoa dominante explore essa sensibilidade, forçando-o a suportar uma superestimulação contínua. À medida que a estimulação progride, cada ejaculação e orgasmo sucessivos se tornam cada vez mais intensos, dolorosos e “secos”.


533 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page